Vamos conversar?

Quer saber mais sobre algum empreendimento ou possui alguma dúvida? Entre em contato conosco!

Bem-vindo ao Blog

21 / 03 / 2018

Dicas de arquitetura e práticas sustentáveis

Dicas que podem ser incorporadas desde a construção do imóvel, até o dia a dia dos moradores

A sustentabilidade é tema nos mais diversos segmentos, e na arquitetura não há o porquê de ser diferente. Há muitos projetos, dos quais os da NEO fazem parte, que já saem da planta equipados com tecnologias e atitudes verdes. E a sustentabilidade pode ter o início desde a construção de um imóvel até algumas das tarefas mais simples do dia a dia de quem vive no imóvel. Abaixo estão algumas das tendências e também como adotá-las. Confira!

  1. Adequação às leis

Descartar o lixo de forma inadequada vai totalmente contra o princípio da sustentabilidade. Existe a Política Nacional de Resíduos Sólidos, lei em vigor desde 2010 e que vale tanto para as empresas quanto para os cidadãos. Portanto para ter uma construção sustentável é necessário estar de acordo com as normas nacionais que regem desde o reaproveitamento dos materiais descartados que possam ser reciclados ou reutilizados, até a destinação correta dos resíduos para lixões ou aterros. Seguindo tais normas, as consequências serão positivas, pois garantirá um menor impacto ambiental, bem como uma economia em dinheiro, evitando desperdícios e possíveis multas por descumprimento da lei.

  1. Preserve a natureza

É fundamental ter uma mentalidade sustentável na hora de construir projetos arquitetônicos. Nas grandes cidades é constante o alerta de que os recursos naturais estão cada dia mais escassos. Para preservar a água, o solo e a vegetação, algumas alternativas são essenciais. Pode-se pensar, entre muitas possibilidades, em uma cisterna para armazenar chuva, por exemplo, ou evitar a utilização de químicos em hortas domésticas. Painéis solares para gerar energia de forma menos poluente também são bem-vindos.

  1. Economia na obra

Calcular bem tudo aquilo que será usado na obra é uma atitude muito prudente. Além de render ganhos no orçamento final, este tipo de medida reduzirá resíduos e sobras.

  1. Soluções tecnológicas

Muitas das soluções sustentáveis estão disponíveis no mercado por causa da tecnologia. São revestimentos à base de materiais reciclados, lâmpadas econômicas, materiais sustentáveis utilizados em móveis para áreas externas, pisos que imitam madeira, sistemas de iluminação inteligente com sensores de presença, e muito mais.

Este tipo de tecnologia garante ao projeto soluções inteligentes, que além de facilitar a vida dos moradores, causam menor impacto no meio ambiente. Pode até parecer que algumas das alternativas sejam de valor muito elevado, mas o custo inicial pode poupar dinheiro e muitas dores de cabeça no futuro.

  1. Reutilize

Madeiras, metais e cerâmicas, por exemplo, que viram entulhos, ainda podem ter uma serventia enorme em novos projetos arquitetônicos sustentáveis. Há empresas especializadas nesse tipo de “garimpo”, mas é possível encontrar este tipo de material em obras ou espaços com entulhos. Invista em criatividade para incluir esses itens e reutilize tudo o que for possível, sempre atento aos os materiais que estejam em boas condições para as obras. Essa é uma ideia que, por sinal, pode ser adotada na hora de estabelecer os móveis para a área externa.

  1. Crie indicadores de consumo

Com o monitoramento do andamento da construção ou o consumo da casa em geral, é possível saber o que está sendo feito corretamente e o que não está. Não há fórmula pronta, já que cada casa tem a própria demanda. Mas um bom exemplo é verificar as contas de luz, de água e de telefone de três anos para identificar se houve aumento no consumo. Dessa forma é possível evitar “vazamentos” nas contas de casa. Essa também é uma forma de saber se as tecnologias sustentáveis adotadas estão dando o resultado esperado.

  1. Estimule a sustentabilidade

Somente as suas atitudes não farão a casa sustentável. Mas se você estimular todos os que moram no espaço a se engajarem nas atividades sustentáveis, as mudanças serão perceptíveis. Na obra, por exemplo, explique aos construtores e arquitetos que as atitudes sustentáveis fazem parte da construção. Peça que evitem o desperdício de materiais de construção ou para que separem o que poderá ser reaproveitado daquilo que realmente é lixo.

  1. Viabilidade econômica

Uma casa sustentável não pode dar prejuízos. Verifique em quanto tempo as tecnologias se pagam. É uma maneira de checar se são viáveis economicamente.



Notícias mais Lidas

Como montar uma casa inteligente: itens essenciais para ter a sua
2021-11-25
A tecnologia pode ser uma grande aliada para a vida doméstica, levando praticidade e conforto. Quer montar uma casa inteligente? Conheça os itens essenciais!
Leia mais
Planta de Imóvel: saiba como identificar a do imóvel de seu interesse
2021-11-18
Vai comprar um apartamento? Descubra quais são os pontos principais que devem ser observados durante a leitura da planta do imóvel que você sonha em adquirir.
Leia mais
Conheça o empreendimento Almaa Vila Rosa
2021-11-11
Almaa Vila Rosa, o novo condomínio fechado que a Neo vem preparando para você e sua família está estreando e nós viemos contar um pouquinho mais dele. Confira!
Leia mais